quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Adaptação e volta ao Brasil!!!

Morar fora da casa dos pais é algo diferente, em outro País então a experiência é maior,sem dúvida.

Como escrevi, a adaptação é algo dificil, eu sei que pensamos que não vamos aguentar, mas eu aprendi uma coisa: A Saudade NÃO mata!!!, pode ter certeza, e aquilo que não mata, só nos fortalece.E foi o que aconteceu comigo.

Claro que mesmo após a adaptação, eu chorava de saudade sim!,mas podemos dizer que vamos nos "acostumando" a viver com ela.Os piores dias eram quando eu estava de TPM....lol, mas logo passava!.

Eu cheguei no verão nos EUA(alias, tiro o chapeu pra quem vai pela primeira vez no inverno), entao adorei logo de cara apesar do Remacth que passei que "querbou" minhas pernas, quando me mudei pra Chicago logo no Outono que o frio já começava forte.Foi ai que começou a ficar dificil e a homesick veio com tudo!.Chorava todos os dias, e aquela neve ridícula caindo todo dia me deixava mais depressiva ainda....

E claro, só nós sabemos o quanto difícil é morar com os patrões, outra cultura.....

Queria voltar de qualquer forma, chorava com minha avó pela webcam todo dia quase.Até que ela disse pra eu vim embora se não tava aguentando.Mas quando minha avó me disse isso minha ficha caiu que eu NÃO tinha atingido meu objetivo(inglês) e o quanto eu lutei pra estar la, foi ai que eu disse que não, não voltaria e que chorando ou sorrindo eu iria cumprir meu contrato de 1 ano.Então comecei a ficar mais receptiva e comecei a aproveitar o que a Terra do Tio Sam tinha para me oferecer=)

Recepção das FÉÉÉRIAS:

Decidi ficar o segundo ano.Então, vim passar férias no Brasil!Sem dúvidas,estar perto de quem eu amava,nem que fosse por 10 dias ajudou muito!.Bom demais matar a saudade!!!!

Ahhhh as férias em casa foram maravilhosas!, todos me mimando, amigos em casa!!...ahhh eu tava me achando né!, CALMA quando você voltar de vez NÃO será assim tá????...LOL

Logo apos voltar das férias meu ano já estava acabando em Chicago e fui pra Califórnia como vocês já sabem(quem leu né!...rs).

E posso dizer que no meu segundo ano, quando tive homesick foi bem mais fácil administra-la.(As compras também ajudaram muito.....lol)

Quando troquei meu status pra turista, e fui pra Boston a saudade do Brasil diminuiu muuuuuuito, afinal estava em um dos lugares onde mais tem brasileiros, vários restaurantes.

Então por que eu decidir voltar ao Brasil se gostava tanto dos EUA?

- Boa pergunta!!!!!!!Talvez porque fui burra mesmo(brincadeira)

Estava com 22 anos e aquele peso da sociedade que você precisa de um diploma começou a pesar, e meu sonho era uma Faculdade de Jornalismo ou Relações Publicas, sabia que era algo que mexesse com pessoas!.Como eu não conseguir o sponsor pra ficar nos EUA e estudar, a decisão foi voltar pra Pátria Amada.=/

Como eu chorava no avião, ainda mais vendo a minha cidade preferida do alto:DC.

Ultima fotinha nos States, (tinha mais mala, que veio depois)e o mapa, indo embora mesmo =/

A chegada no Brasil já foi meio conturbada. Minha Familia estava me esperando no portao errado....lerdos viu...rs, eu fui fazer a prova do Enem direto...enfim, o bom mesmo foi abraçar minha Familia!, mas depois do abraço pensei: "Posso pegar o aviao de volta?", aqueles carros feios nas ruas,povo mal educado...noooossa!!!.

Minha FAMÍLIA na minha volta ao Brasil:


Enfim, tinha que me acostumar, afinal eu nasci aqui.Comecei Relações Publicas em uma Faculdade em uma cidade próxima, mas infelizmente não consegui continuar pagando, e tive que trancar.Em 2011 entao comecei um Tecnologo de Recursos Humanos,muito bom....pena que decidi no meio do caminho a voltar pros EUA.Sim, eu apertei o FODA-SE!

Dizem que um pé na bunda te empurram pra frente, no meu caso empurrou pra onde eu queria voltar!!!.É, TUDO na vida tem uma razão,na hora não entendemos.

Bem, tentei me adaptar ao Brasil, nisso comecei a namorar pra ver se ajudava, então quando acabou vi que realmente não seria um namoro que iria me segurar aqui.

Estava morrendo de medo de falar minha decisão pra minha Família.Fiz a minha inscrição na APC , e então resolvi contar e para minha surpresa minha Família me apoiou de novo, dizendo que sentem que eu gosto de lá, que não estava muito feliz aqui.

Tentei voltar pela APC, mas por algum motivo eles não me aceitaram, creio eu pelo meu historico de troca de Familias.E apos 40 dias de enrrolação com a APC, acabei fechando com a CC,tudo muito rápido.Bem....o resto continuo no próximo post;)

Meninas, esse post foi mais um resumo. Espero que eu tenha conseguido passar pra vocês que a saudade não mata, que o Rematch não é um "bixo" de sete cabeças,e que temos que ser fortes nas nossas decisões e se o nosso objetivo inicial não foi alcançado, será que vale a pena desistir?.

Lembrem-se que esse intercambio não irá durar pra sempre, e que seja a situação que vocês estiverem passando, irá te fortalecer.

12 meses, passa rápido demais!, no meu caso 29 meses, e eu digo: VALEU A PENA!!!

Tenho muito orgulho, quando penso em tudo que passei, tantas Famílias, lagrimas, solidão, conquistar novas amizades por onde eu passava...é

Então,vocês também conseguem;)



Um comentário:

Mandy Anita disse...

Oie Esther
Nossa muito bom seu post!
Tenho muito medo de nao conseguir readaptar ao Brasil, amo muito morar em Dublin tem uma Host family perfeita, mas meu unico motivo de voltar é meu namorado =)
Bjao
Boa sorte